Convento de São Filipe Néry [Freixo de Espada-à-Cinta]

Pouco se sabe sobre esta capela, conhecendo-se, no entanto, o registo gráfico efectuado por Duarte d'Armas no início do século XVI, identificado como Santa Maria do Vilar, e que revela um templo relativamente próximo do núcleo populacional, com nave e capela-mor, mais baixa e estreita, e torre sineira afastada da fachada principal, à qual se ligava por um muro (ARMAS, fls. 77 e 78).
Os oratorianos mantiveram a invocação, e transferiram-se para esta igreja em 1673, uma vez que dispunham da casa do capelão e da hospedaria. A campanha de obras que alterou o conjunto ocorreu nos anos subsequentes, e não estava ainda terminada quando, em 1834, foram extintas as ordens religiosas. A igreja e o convento caracterizam-se pelas suas linhas depuradas, e espaço interno unificado, próprio das denominadas igrejas-salão, com capelas de dimensão reduzida, braços do transepto pouco profundos e capela-mor coroada por lanterna.

Fonte: www.patrimoniocultural.gov.pt

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now