Santuário de Panoias [Vila Real]

Mandado construir na transição do séc. II para o séc. III pelo senador romano Caius Calpurnius Rufinus, dedicado às divindades Infernais, encabeçadas por Serápis, e às divindades dos Lapiteas, grupo étnico indígena da região.


Nos 3 templos, erigidos sobre imponentes afloramentos graníticos, tinham lugar rituais de iniciação, culminando a procissão na cerimónia da incubatio, ou da morte ritual, sepultamento e ressurreição simbólica dos iniciados. 

O Santuário de Panóias, durante muitos anos denominado Fragas de Panóias, foi alvo de variados estudos desde o séc. XVIII até aos nossos dias, por parte de investigadores nacionais e estrangeiros.

Fonte: Direção Regional da Cultura do Norte

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now